fevereiro 23, 2011

O tempo

Esse maldito. Serve de desculpa para qualquer acontecimento. Eu própria, não sou diferente não...
"Ai... não tive tempo para te dizer nada."
"Desculpa, estive a trabalhar e perdi a noção do tempo."
"Ando sem tempo nenhum para os amigos."
"Se soubesses a minha vida. Não tenho tempo para nada."

Coisas destas ouvimos e dizemos todos os dias..
Mas, será que não temos mesmo tempo?? Um dia tem 24 horas, right?? Pelo menos da ultima vez que vi.. tinha!!! Eu acho que isso é tudo psicológico.. e quando se quer realmente fazer algo... o tempo não é a melhor desculpa.

Posso dar-vos um exemplo.
Neste momento estou num país que não é o meu a tentar encontrar um emprego. Além da procura normal que me leva quê?? No máximo dos máximos 2 horas/dia, sobram-me 22horas..
Ou seja... neste momento tenho tempo para: fazer exercício, organizar ficheiros, passear, ver tv, relaxar, ir à praia, ir à piscina, jogar ténis... entre 1001 outras coisas possíveis..
Mas.. mal saio de casa.. falta-me o essencial, ter vontade e motivação..
Com vontade e motivação tudo se consegue..
Quando estiver a trabalhar 10h/dia é que vou ter tempo para isso tudo. Vai uma aposta??


É esta a noção do tempo???

3 comentários:

Pearl disse...

O tempo, esse bandido clandestino
Salteador de estradas e memórias
Mistura numa névoa libertino
O passado e o futuro das histórias.

O tempo de dizer a vida é breve
O tempo de viver há quem o diga
Só espera que o diabo que o leve
O tempo tem mais olhos que barriga.

Ensinou os dedos de rameira
Remexendo em tudo muito embora
Seja sem prazer que tudo queira
Trinque e deixe a meio e deite fora.

O tempo que se esconde de emboscada
O tempo que te foge a sete pés
O tempo que no fim não vale nada.

Pearl disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Luisinha disse...

É mesmo uma grande verdade, servimo-nos da desculpa do tempo, quando na realidade queremos dizer: não me apeteceu!!!
Bjinhos